Um breve relato da minha história



Cresci tendo contato significativo com as artes por meio de meus pais, de maneira informal, já que o dom de ambos era cultuado somente como hobby.



Sou formada em Administração de Empresas e trabalhei na área até 1991, quando iniciei timidamente minha trajetória artesanal. Naquela época o tipo de trabalho e a proposta desenvolvida não se comparavam ao que faço hoje, no entanto, recordo o quanto me senti satisfeita e como isso me encorajou a buscar novas idéias e técnicas.



Inicialmente era apenas um passatempo, uma forma de relaxar e extravasar minha criatividade, mas a possibilidade de dar vida nova a coisas antigas me fascinou e acabei transformando essa paixão em profissão.



Fiz vários cursos em diferentes especialidades, tais como pátinas, texturas, etc., que contribuíram para a ampliação do meu leque de possibilidades.



Acho importante ressaltar a relevância que a arte teve e tem na minha vida, com a libertação do meu lado criativo, como uma maneira de vencer meus obstáculos, o que contribui muito para minha jornada pessoal.



Cada peça, cada técnica, é sempre um desafio em busca de algo novo e diferente. Dentro deste contexto, minha consciência ecológica faz com que eu me esforce na utilização de materiais de primeira linha e que não causem qualquer tipo de dano à natureza.



Considero a expressão artística como um tipo de energia que se inicia a partir do momento de sua elaboração e reflete diretamente sobre o trabalho final do artesão, ou seja, a vibração projetada sobre cada peça a transforma num objeto imantado.



A arte nos dá a possibilidade de preencher o universo que nos cerca com cor e beleza - nos fornece um novo olhar, valorizando as coisas simples do universo...e é isso que me encanta.



Rachel Oliveira


domingo, 18 de julho de 2010

Efeito das Cores - Feng Shui, Cromoterapia e Decoração

OS EFEITOS DAS CORES - (Franco Guizzetti)


Você já parou para observar, como determinadas cores nos ambientes, pode nos agradar ou nos incomodar??!!!
E como aquele cômodo escuro, frio, sem vida em nossa casa, depois que o pintamos, ficou com outra cara e energia renovada.
Pintar uma casa ou um cômodo, além de trazer uma sensação de limpo e novo, a cor escolhida, irá trazer uma vibração especial para o ambiente e para nós que ali habitamos.
Mas, todo o cuidado é pouco na hora da escolha da cor das paredes, pois da mesma forma que uma cor pode nos influenciar positivamente, as cores podem nos desagradar ou passar péssimas sensações.
Um fato muito importante, é que podemos estudar e explicar o efeito das cores por várias ciências, mesmo que alternativas.
Para mostrar a riqueza de detalhes e a influência das cores nos ambientes, iremos analisar as cores por três das óticas distintas:


FENG SHUI, CROMOTERAPIA E DECORAÇÃO.


BRANCO
Decoração: Um ambiente todo Branco, dependendo da pessoa, pode trazer prazer e calma, e para outras, frieza, tristeza e impessoalidade. O branco nos passa também uma sensação de limpeza, até exagerada. O branco só é branco, quando recebe uma luz intensa direta.
Cromoterapia: Ela potencializa as demais cores. Representa a Luz Divina.
Feng Shui: è uma cor neutra, que pode ser usado em qualquer ambiente. Muito cuidado quando o branco parece em demasia em um ambiente, pois nos passa uma sensação de infinito, frieza, vazio e hostilidade. Deve-se quebrar o branco com quadros e moveis bem coloridos. Esta Associado ao elemento Metal.


PRETO E CINZA
Decoração: É usado em pequenos detalhes, principalmente quando queremos fazer um “efeito especial “, tanto dentro, como fora da casa. Ainda na área interna, é usado para fazer contrastes, principalmente com o branco. Muito usado no teto com pe direito muito alto de lojas, por ex.,, para a dar sensação de rebaixo.
Cromoterapia: è o oposto da luz, a escuridão total . Não se usa.
Feng Shui : É opressivo e depressivo. Representa o elemento água e deve se usar com muito cuidado. Em geral, é usado em detalhes na decoração da casa.


VERDE
Decoração: É uma cor muito usada . No chão, nos lembra da natureza. Não incide muita luz, mantendo a cor original.Em locais abertos, complementa madeira e jardins.
Cromoterapia : è a cor da natureza Traz força equilibrada e progresso mental e corporal. Acalma o sistema nervoso e os sentidos. Também significa esperança e satisfação.
Feng Shui: è uma cor que representa o elemento madeira. Muito cuidado em usar a cor verde em locais que predomina o vermelho, pois teremos um local muito quente. Deve-se usar nos banheiros para elevar a energia deste local. Para casas com problemas de saúde, o verde é uma ótima cura .

AZUL
Decoração: Pode ser usado em grandes áreas sem tornar-se cansativo, mas deve ser combinado com outras cores para evitar a monotonia. Mais escuro, transmite autoridade. Sendo usado em Portas e ambientes formais.
Cromoterapia: Passa-nos calma e serenidade. Também e asséptico e desestressante.
Feng Shui: è uma cor calmante e traz tranqüilidade aos ambientes. Muito cuidado em locais cuja as paredes são pintadas de azul claro, pois irá provocar sono em excesso. Já , para quem é muito agitado, deve ser usado.


LILAS/VIOLETA
Decoração: Tons mais claros podem ser usados em todos os ambientes. Se for uma cor monocromática, pode cansar.
Cromoterapia: Tem efeito purificador, transforma as energias negativas em positivas..Ótimo para a saúde. Acalma o coração, a mente e os nervos.
Feng Shui: Traz tranqüilidade, sossego e calma. Estimula a espiritualidade. Nas casas, o melhor local para uso, é em locais de meditação e oração. Em excesso, pode trazer depressão e ansiedade .


LARANJA
Decoração: Inconscientemente, lembra sabores agradáveis, sendo muito usado em cozinhas. Abre e estimula o apetite. Pode ser usado na sala de jantar, em uma só parede, em tons bem suaves. Em tons mais escuros, sugere estabilidade..
Cromoterapia: Auxilia a mente a assimilar novas idéias. Mas deve ser usado com certo cuidado.
Feng Shui: Em pequenas doses, estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. Boa para áreas da casa que quer se estimular o dialogo, como sala de visitas, de jantar e cozinhas.
Em excesso, pode provocar conversas demais e ate rebeldia.


VERMELHO
Decoração: Muita atenção em seu uso, pois por ser uma cor muito energética e vibrante, pode provocar excitação e nervosismo, quando aparece em excesso nos ambientes. Em pequenas doses, traz aos ambientes um ar de glamour e ate exótico. Em demasia, se cai para na vulgaridade.
Cromoterapia: Muito indicada para pessoas tímidas e retraídas, porque estimula a atividade mental e quebra barreiras. Revigora a coragem e a força de vontade.
Feng Shui: Cor que ativa estimula as áreas de relacionamento afetivo, sucesso, auto-estima, fama e prosperidade. Deve ser usado com muito cuidado e em pequenas doses, pois é uma cor excitante e estimulante. No quarto de casal, ativa a sexualidade. Na sala ou cozinha estimula o apetite e a fala. Em excesso, provoca brigas, confusões e explosões de humor.


AMARELO
Decoração: É muito usado para esquentar áreas escuras e para dar mais iluminação. Em pisos, provoca sensação de avanço. Em grandes áreas e superfícies, pode incomodar por causa da incidência de luz.
Cromoterapia: È uma cor que atua diretamente sobre o mental. È animador, inspirador e estimula o raciocínio. Ajuda no autocontrole. Fortalece os ouvidos e os olhos.
Feng Shui: è a cor da Luz. Estimula a comunicação, atividades mentais e abre o apetite. Deve ser usado no quarto de estudo ou na criança. Na cozinha em doses equilibradas. Em excesso, provoca muita conversa e pensamentos acelerados e confusos, provocando preocupação.


FRANCO GUIZZETTI
http://www.almaserena.combr/
CONSULTOR E PROFº DE FENG SHUI
Consultor de Radiestesia
Informações sobre Cursos e/ou Consultorias de Feng Shui em SP e Brasil ligue: (11) 3287.2786 e
e.mail: fvct@uol.com.br